6 coisas simples para diminuir e evitar rugas

Muitos de nós tememos a chegada das marcas da idade, ou do estilo de vida – as rugas. Mas, mais cedo ou mais tarde, elas aparecem, quer para homens quer para mulheres. Porém, não têm de aparecer cedo demais, e quanto mais tarde melhor. Por vezes, um pouco de bom senso é suficiente para se conseguir manter um aspeto jovem durante mais tempo.

Principais causas das rugas

  1. Uma das causas das rugas é o envelhecimento, que provoca um desgaste do corpo. Com o envelhecimento, a pele e os ossos começam a ficar mais finos, e começa a desaparecer o tecido gordo deixo dos locais onde existem as rugas.
  2. Outro fator importante é a gravidade que, ao longo dos anos, faz com que a pele descaia, baixando os cantos da boca, e podendo o lábio superior quase desaparecer neste processo. As pálpebras descaem, a ponta do nariz também, e a papada começa a surgir. Mesmo as orelhas passam a estar um pouco abaixo do seu local inicial.
  3. As rugas do sono podem ajudar as rugas faciais a ficarem ainda mais evidentes, bem como as rugas de expressão que ocorrem quando se fazem expressões com a face como rir, franzir o sobrolho, etc.
  4. Para além dos problemas físicos, situações emocionais, problemas na vida, stress, angústia, depressão, ansiedade, também contribuem para a formação de rugas.
  5. Mas um dos maiores culpados é o sol. A exposição solar é o principal fator da formação de rugas. Os raios ultravioletas são responsáveis pelo bronzeado, que pode ficar muito bonito na hora, mas mais tarde as rugas que provoca, podem não ser o que desejava.

Mas, enquanto alguns fatores que provocam as rugas podem não ser tão facilmente evitados, pode sempre proteger a sua pele das grandes rugas, e evitar o grande impacto que elas têm na sua aparência. Veja como.

1. Use protetor solar diariamente

Aplicar protetor solar de pelo menos 15 SPF, e evitar a exposição solar das 10:00 às 16:00, na altura em que os raios solares são mais intensos, é ideal. Não só conseguirá minimizar o aparecimento de rugas, mas estará a proteger-se do cancro de pele, que pode ser fatal.

A exposição solar a horas desaconselháveis destrói o colagénio (proteína responsável pela fibra) e a elastina (proteína responsável pela flexibilidade das fibras dos tecidos), encontrados na camada inferior da pele. A perda destas 2 proteínas faz com que a elasticidade da pele diminua, promovendo a formação das rugas.

A sua suscetibilidade ao sol irá sempre depender do tipo de pele herdado geneticamente. Pessoas de pele clara queimam mais facilmente, enquanto pessoas de peles mais escuras têm mais resistência ao sol, porque os pigmentos da pele ajudam a proteger dos raios ultravioletas.

Independentemente do tipo de pele que tiver, ela irá agradecer o facto de a cuidar, aplicando protetor solar diariamente. Os dermatologistas concordam que quem cuida da sua pele, evitando exposição solar nas horas mais perigosas e que colocam protetor solar, têm uma pele mais jovem e com menos rugas com o passar dos anos.

2. Use óculos de sol

­Ao usar óculos de sol com lentes protetoras dos raios ultravioletas, nomeadamente quando estiver fora de portas, evitará as rugas à volta dos olhos, porque os óculos de sol protegem a parte ultra sensível nesta zona, bem como os próprios olhos. Esta zona é onde normalmente surgem as famosas pés de galinha, devido não só ao ato de rir, mas também ao semicerrar dos olhos por causa da luminosidade.

3. Durma de costas

­Dormir com a cara contra a almofada pode provocar rugas de sono que, ao longo dos anos, se vão tornando mais evidentes. Os homens tendem a ter mais rugas na lateral da testa e olhos, dependendo sempre do lado para onde dormem. As mulheres tendem a ficar com rugas na face superior. Pode ser um hábito difícil de mudar mas, se passar a dormir de costas, pode fazer com que as suas rugas diminuam.

4. Não fume

O fumar não é só fator essencial para as rugas, como é desencadeador de inúmeros problemas de saúde. As rugas prematuras são provocadas pelo consumo de tabaco, bem como pela quantidade de tempo e de cigarros consumidos. Os fumadores de maior frequência têm quase 5 vezes mais probabilidade de mostrar rugas excessivas do que um não fumador. As rugas que se criam devido ao ato de fumar surgem porque este afeta o colagénio. O fumar faz com que os lábios estejam sempre contraídos, formando rugas profundas à volta da boca; o semicerrar dos olhos devido à irritação provocada pelo fumo do cigarro, também provoca pés de galinha. 

5. Hidrate-se

Usar um hidratante pode temporariamente melhorar a aparência das rugas, porque de certa forma incha a pele, mas não tem um efeito de longa duração. O hidratante funciona porque “fecha” a parte superior da superfície da pele. Uma ótima forma de aplicar o hidratante é aplicá-lo na pele húmida e depois enxugar a pele. Cada vez mais cremes hidratantes têm protetor solar, por isso, opte sempre por um que tenha protetor solar.

6. Afine as suas expressões faciais

Algumas pessoas têm tendência para cerrar as sobrancelhas, cerrar os lábios, franzir a testa… e as rugas estão na face para o provar. A maior parte das pessoas nem sequer dá conta deste tipo de expressões. Olhe-se ao espelho e tente perceber que expressões utiliza mais, que marcam o seu rosto. Desta forma, poderá fazer um esforço consciente para modificar algumas dessas expressões. Se as suas expressões faciais forem de reação ao stress na sua vida, poderá experimentar técnicas de relaxamento, como meditação, respiração, yoga, visualização ou meditação. Não só estará a fazer bem à sua pele como à sua vida.

A sua votação: 
0
Sem votos