Cirurgia capilar: o método dos implantes capilares

A cirurgia capilar é um procedimento cosmético que tem ganho em popularidade ao longo dos últimos anos, uma vez que permite restituir a perda de cabelo e eliminar a indesejada calvície. De entre os vários tipos de cirurgia capilar, os implantes capilares é um dos mais procurados.

O que são implantes capilares?

Os implantes capilares são uma técnica da cirurgia capilar que tem como principal objetivo tratar a calvície, ou seja, eliminar as falhas de cabelo no couro cabeludo. O método dos implantes capilares é uma cirurgia cosmética que redistribui os folículos pilosos já existentes no couro cabeludo pelas zonas afetadas pela calvície, ou seja, aquelas que apresentam falhas ou entradas. É um processo de extração e implantação que permite o uso do cabelo da própria pessoa, assegurando assim uma cabeleireira natural, em cor e textura. Esta técnica científica é avançada, indolor e rápida, com resultados imediatos e permanentes.

Como se processa esta cirurgia capilar?

Uma cirurgia de implantes capilares requer, por norma, uma única sessão, não necessita de internamento e tem uma duração de cerca de 3 horas. Este tipo de procedimento cosmético decorre da seguinte forma:

  1. O primeiro passo é a marcação de duas áreas distintas: a zona de onde vão ser retirados os folículos pilosos (normalmente o cabelo é retirado da área junto às orelhas ou da nuca) e a zona onde esses folículos pilosos vão ser implantados.
  2. De seguida, administra-se a anestesia local na zona doadora do couro cabeludo e na área que irá receber os implantes capilares.
  3. Retira-se um pequeno fragmento do couro cabeludo doador para se proceder à separação das unidades foliculares, preparando-se assim os implantes capilares.
  4. Efetua-se a separação dos folículos capilares, ou seja, separam-se tiras pequenas e finas onde consta apenas uma fileira de unidades foliculares. Estas unidades foliculares – que podem conter um, dois ou três cabelos e ainda fios longos – são preparadas uma a uma, de forma a serem reimplantadas.
  5. O último passo é a implantação dos folículos capilares. Com recurso a uma micro lâmina especial, é efetuado, em primeiro lugar, um pequeno orifício, cuja dimensão é adequada à espessura da unidade folicular a ser implantada. Estes orifícios são abertos de forma a acompanharem o ângulo e a direção do cabelo que já existe nessa zona. Por fim, dá-se o implante capilar – as unidades foliculares recolhidas são reinseridas no couro cabeludo com recurso a pequenas pinças.

Quanto custa fazer implantes capilares?

No que toca a tratamentos capilares, a cirurgia cosmética é a mais cara e os implantes capilares podem variar entre os €5000 e os €7000 (R$11,250 – R$15,750). No entanto, o seu investimento é largamente recompensado quando se pensa que este é um processo rápido, praticamente indolor que não requer internamento e que apresenta resultados instantâneos, permitindo o regresso imediato à vida normal e ativa.

A sua votação: 
0
Sem votos