Mamoplastia de redução

A mamoplastia de aumento é das cirurgias plásticas mais procuradas em todo o mundo, mas o oposto também se faz e a mamoplastia de redução é cada vez mais procurada por mulheres que pretendem, pelas mais variadas razões, reduzir o tamanho dos seios.

Mamoplastia de redução

A mamoplastia de redução é uma cirurgia plástica que tem como principal finalidade reduzir o tamanho e o volume dos seios. De que forma se processa? É realizada uma incisão em cada peito, cuja localização pode variar de mulher para mulher e, através dessa abertura é removido o excesso de glândula, gordura e pele. Em alguns casos, alia-se à mamoplastia de redução, a técnica de lipoaspiração, que auxilia na remoção de qualquer excesso de gordura localizada na axila. Uma mamoplastia de redução pode ser efetuada numa clínica de estética ou clínica de cirurgia plástica especializada, sendo este um procedimento que pode custar entre €4000 e €5000 (R$9000 e R$10,000).

Os motivos por de trás da cirurgia

O peito e o decote são duas das áreas mais femininas e sensuais do corpo de uma mulher e esta tem de se sentir confortável com ambas. No caso das mulheres que optam por realizar uma mamoplastia de redução, o principal motivo é devido ao tamanho e peso excessivo dos seios que, para além de poderem ser eles próprios incómodos e dolorosos, provocam dores e desconforto nas costas e/ou pescoço. Para além de conferir um alívio total às mulheres que não se sentem bem com seios grandes e volumosos, a mamoplastia de redução melhora, em termos físicos, a postura de uma mulher e, em termos psicológicos e emocionais, a sua autoestima e confiança no seu corpo.

A cirurgia plástica de redução mamária

A mamoplastia de redução é uma cirurgia plástica que, podendo demorar entre 3 e 4 horas, requer anestesia geral e consequentemente, um internamento que se pode estender entre 1 a 2 dias. Antes do procedimento, já se terá decidido, juntamente com o médico, o tamanho da redução mamária a ser efetuada. No caso de ser retirado pouco volume, a incisão é efetuada exclusivamente à volta do mamilo; no caso de ser retirado muito volume, uma incisão é efetuada em torno da aréola e do sulco mamário, e é feita outra na zona que liga os dois primeiros. Através das incisões, é retirada a quantidade de glândula, gordura e pele necessária para obter a redução desejada. As incisões são posteriormente fechadas com recurso a pontos.

Período de recuperação e efeitos secundários

Os principais efeitos secundários de uma mamoplastia de redução incluem dor, desconforto, inchaço, dormência, contusões, pele seca e, embora passageiros, o médico receitará um medicamento para ajudar no período de recuperação. Embora a mamoplastia de redução seja uma cirurgia plástica, é um procedimento cirúrgico que requer, tal como qualquer outro, alguns cuidados pós-operatórios específicos:

  • Imediatamente a seguir à cirurgia – uma faixa compressora é colocada em torno do peito; evitar movimentos bruscos dos braços, levantar pesos, exercício físico e o contacto físico com os seios
  • 1 semana depois – é retirada a faixa compressora, assim como os pontos
  • 2 semanas depois – pode voltar à vida ativa normal, evitando ainda o exercício físico e qualquer tipo de contacto físico com os seios
  • 4 semanas depois – desaparecimento do inchaço, contusões e dormência; pode voltar a praticar exercício físico e o contacto físico com os seios já não é restritivo
  • 8 semanas depois – as cicatrizes começam a deixar de estar tão avermelhadas e salientes
  • 6 a 12 meses – o tempo que pode demorar para as cicatrizes esmorecerem

Riscos associados à mamoplastia de redução

Qualquer tipo de intervenção cirúrgica tem riscos associados e no caso da mamoplastia de redução podem incluir: infeção, cicatrizes espessas ou largas, perda de pele, mamilos assimétricos, perda permanente da sensibilidade dos mamilos ou da pele dos seios.

Resultado final

Uma mamoplastia de redução implica a remoção de tudo aquilo que o peito tiver em excesso – glândula, gordura e pele – assim como a deslocação do mamilo e da aréola para uma posição mais elevada, de forma a assegurar uma nova silhueta aos seios: mais pequenos, mas simétricos e proporcionais ao resto do corpo. O resultado final de uma mamoplastia de redução é permanente e a recuperação total acontece até 6 meses depois da cirurgia plástica. É de ressalvar, porém, que com o avanço do tempo, o envelhecimento, e até fruto de uma ou mais gravidezes, os seios podem voltar a descair e/ou aumentar de volume.

A sua votação: 
0
Sem votos