Rinoplastia: cirurgia plástica para um nariz perfeito

Uma das primeiras características que vemos sempre que olhamos ao espelho, a forma ou o tamanho do nariz é motivo de insatisfação para muitas pessoas. É aqui que entra a rinoplastia – uma cirurgia plástica que promete remodelar o nariz, de forma praticamente impercetível, para conseguir um perfil de rosto perfeito.

O que é uma rinoplastia?

A rinoplastia é uma cirurgia plástica que corrige deformidades, irregularidades e tamanhos do nariz, de forma a tornar o rosto mais equilibrado e proporcionalmente harmonioso. Existem dois tipos de rinoplastia: a rinoplastia estética, que consiste em diminuir ou reformular o nariz, apenas a sua ponta ou até mesmo as narinas, tornando-o esteticamente mais agradável; e a rinoplastia reconstrutiva, que implica a reconstrução do nariz devido a acidente, lesão, doença, dificuldades respiratórias ou olfativas, por exemplo. Esta é uma cirurgia plástica impercetível porque, na maioria dos casos, as incisões são feitas na base do nariz ou no seu interior, na zona das cartilagens, sendo as cicatrizes invisíveis. Uma rinoplastia está indicada para homens e mulheres, no entanto, só deve ser realizada depois dos 18 anos, altura em que a estrutura do nariz dificilmente se alterará. Uma rinoplastia pode custar entre €2500 e €4000 (R$6000 e R$3500).

A primeira consulta

Uma primeira consulta com o cirurgião plástico é crucial para fazer todo o tipo de perguntas e tirar dúvidas, mas também para expor o que pretende com a rinoplastia – será sempre boa ideia levar fotografias de narizes que aprecia particularmente. O médico, por sua vez, irá questioná-lo acerca do seu estado de saúde e expectativas para a rinoplastia, informando-o relativamente à viabilidade dessas mesmas expectativas. O cirurgião plástico pode mostrar-lhe fotografias “antes e depois” de procedimentos semelhantes ao seu e irá examinar o seu nariz e boca. Para além disso, poderá tirar fotografias do seu nariz em vários ângulos e efetuar, a partir de programas informáticos, uma simulação do seu nariz/rosto antes e depois da rinoplastia. Adequar o aspeto do nariz ao rosto, em termos de proporção e harmonia, é sempre a grande prioridade, por isso, este é o momento para esclarecer todas e quaisquer dúvidas.

Cuidados pré-cirúrgicos

É crucial questionar o médico acerca dos cuidados a ter antes de uma rinoplastia, no caso de ele não o fazer primeiro. Regra geral, se vai ser submetido a uma rinoplastia o cirurgião plástico irá informá-lo acerca de aquilo que deve ou não fazer antes da cirurgia plástica, incluindo exames médicos e análises laboratoriais, cessação ou diminuição de algum medicamento que possa estar a tomar (informe o médico sobre todos os fármacos que toma) e a hora da última refeição. Para além disso, se é fumador, deve deixar de fumar algumas semanas antes da cirurgia, evitando também o consumo de álcool – ambas as substâncias podem aumentar o risco de sangramento durante a rinoplastia. Se a sua cirurgia permitir alta no mesmo dia, leve um acompanhante que depois o poderá transportar para casa.

Qual o procedimento desta cirurgia plástica?

Dependendo da especificidade do procedimento, uma rinoplastia pode demorar entre 1 e 3 horas. Por norma, aplica-se anestesia geral (em cirurgias que contemplam apenas a reconstrução da ponta do nariz recorre-se frequentemente à anestesia local), o que pode implicar um internamento de 24 horas. Porém, em alguns casos, o paciente passa cerca de 6 horas no recobro antes de ter alta. Administrada a anestesia, inicia-se a rinoplastia, que pode ser fechada (realizada exclusivamente dentro do nariz, graças a pequenas incisões na mucosa) ou aberta (realizada graças a uma pequena incisão efetuada na base do nariz). Uma vez esculpido o nariz e/ou corrigidas quaisquer deformidades, o cirurgião plástico posiciona novamente os tecidos e a pele nasal e fecha as incisões. Pode ser inserido um tubo ou tampões no nariz e ainda aplicada uma tala de apoio, assim como uma compressa esterilizada.

Riscos associados à rinoplastia

Qualquer intervenção cirúrgica tem riscos associados e a rinoplastia não é exceção. Os principais riscos associados à rinoplastia incluem:

  • Dor
  • Infeção
  • Sangramento
  • Hematomas
  • Rutura dos pequenos vasos sanguíneos que se situam na superfície do nariz
  • Obstrução nasal/dificuldades respiratórias
  • Perfuração do septo nasal (sensação de ouvir um assobio quando se fala)
  • Nariz assimétrico
  • Cicatrizes visíveis
  • Alteração na sensibilidade da pele nasal (sensação de formigueiro)
  • Irregularidades no contorno da pele nasal
  • Pele do nariz pode apresentar descoloração e/ou inchaço
  • Riscos relacionados com a anestesia
  • Insatisfação com o resultado final, o que pode levar a uma nova intervenção cirúrgica

Cuidados pós-cirúrgicos

Embora possa existir alguma dor a seguir a uma rinoplastia, esta poderá ser atenuada com medicamentos apropriados. Existirá, no entanto, algum desconforto uma vez que o paciente terá de respirar pela boca durante as primeiras horas, assim como manter a cabeça elevada durante as 24 horas iniciais. Durante os primeiros dias, a zona nasal estará, naturalmente, muito inchada e pode ocorrer sangramento – pode aplicar compressas frias como forma de alívio. Neste período, deve evitar a exposição solar, assoar-se e quaisquer movimentos ou atividades que possam afetar negativamente o nariz. A tala de apoio é retirada cerca de uma semana depois da rinoplastia e uma semana depois disso o nariz já se apresentará menos inchado e com os novos resultados à vista. Um mês depois da rinoplastia, cerca de 85% do inchaço terá desaparecido, porém, a cicatrização completa do nariz, bem como a definição total do novo contorno, pode demorar entre 4 a 12 meses.

A sua votação: 
0
Sem votos